Pagina Inicial Brasil Mais de 830 mil pessoas vivem com HIV no Brasil, segundo pesquisa

Mais de 830 mil pessoas vivem com HIV no Brasil, segundo pesquisa

No dia mundial da luta contra a AIDS, é importante saber sobre a doença. No Brasil, um relatório divulgado pelo Ministério da Saúde mostra que em 2016, cerca de 830 mil pessoas vivam com HIV no país.

Em entrevista ao Rádio Verdade, programa da Arapuan FM, a infectologista Adriana Cavalcanti contou que a cura ainda não foi alcançada, mas se tomados regularmente, os medicamentos garantem ao soropositivo uma vida quase normal.

Isso porque, a combinação de remédios, também pode causar efeitos colaterais. “A pessoa pode ter diarreia, vontade de vomitar, tontura, pesadelos, reações no corpo, vista embaçada”, relata a médica.

O preconceito também pode tornar a doença ainda mais difícil. A portadora do vírus, Mailde de Fátima conta que desde o princípio teve o apoio de sua família.  “Eu recebi total apoio da minha família. O meu filho sempre dizia: ‘Mainha, a senhora não vai ser a primeira, nem a última[a ser infectada]”, conta ela.

Porém, ela conta ter vivido momentos difíceis. Mailde conta ter passado por momentos de constrangimento pela falta de conhecimento das pessoas.

Durante todo mês de dezembro A Secretaria de Estado da Saúde (SES) fará a campanha do Dezembro Vermelho com o tema ‘O que os olhos não veem, a saúde sente: HIV não tem cara, não tem cura, tem tratamento e prevenção’. O mês marca a mobilização contra o HIV/Aids e doenças sexualmente transmissíveis.

Em 2017, até o momento, foram registrados 276 novos casos de Aids. Em 2016, foram registrados 378 casos de Aids e em 2015 foram 460 casos. Com relação aos óbitos, quatro pessoas morreram com Aids este ano. Já em 2016, foram três mortes de pessoas com Aids e em 2015 foram 14 óbitos de pessoas com Aids.