Pagina Inicial Notícias Política Lígia diz que Maia e relator da Reforma discutirão propostas de mudanças: “Da forma que está, é inaceitável”

Lígia diz que Maia e relator da Reforma discutirão propostas de mudanças: “Da forma que está, é inaceitável”

Lígia participou do encontro do Fórum de Governadores que aconteceu nesta terça-feira (11), em Brasília (Foto: Divulgação/Assessoria Lígia Feliciano)

A vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano (PDT), disse que a reunião do Fórum de Governadores com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e com o relator da Reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP), foi proveitosa. Ela destacou que os governadores do Nordeste não aceitam a Reforma da Previdência com o texto atual. A vice-governadora considera que o texto original retira o direito dos trabalhadores. O encontro aconteceu nesta terça-feira (11), em Brasília.

“O que ficou debatido, por unanimidade, foi a questão das mudanças. Toda a bancada do Nordeste não aceita a Reforma da Previdência da forma que está posta, onde tira o direito dos trabalhadores. Temos um consenso que permaneça o BPC (Benefício de Prestação Continuada), assim também como a aposentadoria rural. É uma questão inegociável manter o direito dos trabalhadores. Essa proposta tem uma desconstitucionalização, ou seja, tirar os ‘pilares’ da Previdência da Constituição e isso pode acarretar muitas incertezas para os trabalhadores. Outro ponto foi o sistema de capitalização (previdenciária), que é adotado em alguns países e, onde foi adotado, não houve boa resposta e não é claro como será o benefício”, disse Lígia Feliciano.

Ainda segundo Lígia, “além disso, foram discutidas as mudanças com relação às mulheres e também aos professores e forças de Segurança Pública. Da forma que está, é inaceitável.”

Lígia Feliciano revelou, também, que “o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, aceitou as propostas, vai colocar para discussão com os líderes, assim como o relator também disse que vai discutir a posição do Fórum dos Governadores com o Congresso.”

Ela está otimista quanto à resposta das autoridades sobre as reivindicações do Fórum de Governadores. “Acho que houve uma abertura com relação a aceitar esses pontos colocados pelo Fórum dos Governadores. Agora resta esperar. Ainda a tarde haverá outros debates pontuais na Câmara dos Deputados para ver se encontra uma forma de mudar o texto original e incluir o desejo do Fórum de Governadores.”

ClickPB