A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou, durante o feriadão de Nossa Senhora Aparecida, 29 acidentes nas rodovias federais que cortam a Paraíba. Quarenta pessoas ficaram feridas e três morreram.

O balanço leva em consideração acidentes ocorridos entre a sexta (8) e essa terça-feira (12). Durante o período, a PRF aumentou o número de equipes policiais ao longo dos trechos de rodovias, o que resultou na fiscalização de 1.151 veículos e 1.404 pessoas foram abordadas durante o período.

Apesar do reforço no policiamento ostensivo, o feriadão foi marcado pela imprudência dos motoristas. As equipes da PRF constataram muitas condutas irregulares e veículos sem condições de trafegar nas vias federais. Ao todo, 17 pessoas foram flagradas dirigindo sob efeito de álcool. Além disso, 934 autos de infração foram registrados e 96 veículos foram recolhidos aos pátios da PRF.

Dentre as diversas infrações constatadas pelos policiais, as que mais se destacaram foram as ultrapassagens indevidas, ausência de cinto de segurança em ocupantes de automóveis e capacete de segurança em motocicletas, o que demonstra a falta de cuidado dos condutores e passageiros ao circular em rodovias federais no Estado.

A PRF também registrou aumento no fluxo de veículos durante o feriado prolongado, principalmente nas rodovias que ligam o Sertão à Capital e nas rodovias de acesso ao litoral paraibano. Em 2020, o feriado do dia 12 de outubro ocorreu em uma segunda-feira, contabilizando um dia a menos na operação de feriado prolongado com dados comparativos em relação a este ano.

Combate ao crime

As ações de combate ao crime também foram intensificadas durante a Operação Nossa Senhora Aparecida 2021, o que resultou na prisão de 18 pessoas nas rodovias federais da Paraíba. Dentre os crimes flagrados, as equipes operacionais apreenderam um revólver e seis veículos roubados foram recuperados.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que decidiu não se vacinar contra a Covid-19. A declaração foi dada em entrevista na noite de terça-feira (12) à rádio “Jovem Pan”.

Bolsonaro argumentou que tem anticorpos contra a doença porque já teve Covid-19, o que tornaria a vacinação desnecessária.

Especialistas, entretanto, recomendam que mesmo quem já teve Covid tome a vacina. A razão para isso é que a vacinação produz uma imunização mais duradoura do que a resultante de infecção natural pela doença.

Além disso, a vacinação, apontam os cientistas, deve mobilizar a sociedade inteira para ser mais eficiente. A pessoa que se vacina não está protegendo só a si mesma, mas também aos demais, na medida em que contribui para restringir a circulação do vírus. Tanto que, de acordo com a ciência, uma vacinação efetiva deve contar com mais de 80% de adesão da população.

Até então, Bolsonaro vinha dizendo que seria o último brasileiro a ser vacinado. Agora, diz que não se vacinará.

“No tocante à vacina, eu decidi não tomar mais a vacina. Eu estou vendo novos estudos, eu estou com o meu, a minha imunização está lá em cima, IGG está 991. Para que eu vou tomar uma vacina? Seria a mesma coisa que você jogar na loteria R$ 10 para ganhar R$ 2. Não tem cabimento isso daí”, disse o presidente à rádio.

Bolsonaro tem 66 anos de idade, dentro do grupo de risco para Covid-19. O presidente é crítico da obrigatoriedade de receber a vacina e defende o tratamento da doença com medicamentos cuja ineficácia é comprovada pela ciência.

No mês passado, por não estar vacinado, o presidente teve de encarar restrições durante viagem a Nova York para participar da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU). Na oportunidade, a primeira-dama Michelle Bolsonaro foi vacinada nos EUA, sendo alvo de críticas por políticos e especialistas no Brasil.

G1

A senadora Daniella Ribeiro (PP), descartou na tarde desta quarta-feira (13), quaisquer possibilidades de disputar o Governo do Estado nas eleições de 2022. “Vamos defender o nome de Aguinaldo na majoritária  e vamos caminhar juntos em 2022, pois o PP é um partido unido e de posições  coerentes”, garantiu a senadora.

Mesmo não sendo aliada de João Azevêdo, a senadora elogiou a gestão do governador em toda a Paraíba. “É notável as ações e projetos que o governador vem realizando em prol do povo da Paraíba e, mesmo não fazendo parte sua bancada e não tendo sido eleita no seu palanque, não poderia de deixar de elogiar a sua gestão, ao contrário daqueles que se dizem seus aliados e vivem criando problemas dentro do governo”,  destacou.

Ainda durante a entrevista, a senadora destacou o trabalho realizado por Diego Tavares enquanto esteve no Senado lhe substituindo e garantiu que  ele  voltará ocupar o cargo de senador novamente.

A senadora também descartou quaisquer possibilidades do PP lançar candidatura própria à Presidência a República em 2022. Ela disse também que está descartada a possibilidade do deputado Federal assumir outro partido.   “Ele está muito no PP, tem uma convivência harmoniosa dentro da legenda e não existe nenhuma rusga dentro partido”, garantiu Daniella Ribeiro.

“Enfim criou juízo”. Estas foram as palavras usadas pelo deputado estadual Hervázio Bezerra (PSB), para expressar sua satisfação após Cabo Gilberto (PSL) ter se vacinado contra Covid-19, nesta quarta-feira (13). As sessões presenciais da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) foram suspensas pelo presidente Adriano Galdino (PSB), desde a última quarta-feira (6), até que o parlamentar estivesse imunizado.

“Nós vamos aguardar agora, não sei qual foi a vacina que ele tomou, para ver quando que ele vai tomar a segunda dose e consequentemente, nós tenhamos aí a volta das sessões presenciais da Assembleia, extremamente importante para o funcionamento do nosso parlamento”, disse Hervázio.

Vacinação de Cabo Gilberto

A informação de sua imunização foi dada pelo próprio parlamentar durante sessão na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) nesta quarta-feira (13). A aplicação foi feita no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, e a vacina utilizada foi a da Coronavac.

Na ocasião, ele afirmou que tomou o imunizante “pelo bem do povo paraibano” e para que a “Assembleia funcione, de forma híbrida”.

O parlamentar chegou a participar de uma sessão presencial na Casa mesmo sem estar vacinado, indo contra a resolução de retorno às atividades, que foram suspensas devido à presença do não vacinado.

De acordo com a resolução, apenas vacinados com as duas doses podem ter acesso às dependências da ALPB.

Paraíba Já

“É uma incapacidade de gestão e de apresentar resultados”. A declaração é do deputado federal Pedro Cunha Lima, presidente estadual do PSDB, em entrevista à CBN João Pessoa, nesta quarta-feira (22).

“É impressionante que a gente chega na reta final do governo e não vê nada disso acontecendo. É um bate cabeça sem fim. O próprio governo não tem convicção do que defende. Um fala uma coisa, outro fala outra. Manda um texto, a própria base na Câmara desfaz o texto que foi enviado”, também afirmou o tucano.

Demorou 994 dias, aproximadamente 142 semanas, quase 600 mil mortos por Covid-19, disparada dos preços, gasolina custando R$ 7, inflação nas alturas, Brasil voltando à insegurança alimentar, PIB do país em 38º no ranking mundial, vergonha internacional na ONU, para Pedro Cunha Lima perceber a ineficiência de gestão de Bolsonaro.

Governo ao qual Pedro Cunha Lima devota 84% de governismo, de acordo com Radar do Congresso em Foco. Onde no primeiro trimestre do ano passado e no segundo trimestre deste ano o presidente do Instituto Teotônio Vilela esteve 100% alinhado com as votações a favor do governo. Saliente-se: os dados do Radar estão atualizados até o dia 20 de setembro deste ano.

Gestão Bolsonaro, aliás, onde o jovem tucano tinha um familiar abarcado até dias atrás, no comando da Sudene. Ele deixou o cargo após pressão do PSDB, que anunciou oficialmente integrar oposição a Bolsonaro.

Porém, alto lá. Da parte de Pedro a oposição não será “sistêmica”, conforme o próprio. “Eu prefiro fazer uma oposição responsável”, declarou à CBN João Pessoa.

Por outro lado, apesar das críticas superficiais, Pedro ainda tenta tachar um debate vital como desnecessário para o país. “Acredito que dá pra separar as coisas. Dá pra pontuar a discordância de quem se manifesta ataques à democracia e muito sinceramente eu acho que esse não é o principal debate do país, temos que falar dessa agenda necessária ao país”, disse em entrevista. Se não há democracia não há debate, é básico. E, nesta altura do campeonato, quem não compreender que o Estado Democrático de Direito brasileiro corre risco, está vivendo em outra órbita. Ou outros ninhos.

Porém, já que demorou tanto para Pedro entender que Bolsonaro faz uma péssima gestão, também leve tempo para entender o risco que corre a nossa jovem democracia.

Blog Contrapoder

A senadora Daniella Ribeiro (Progressista) acredita que faltou “coragem” por parte da secretária de Articulação Municipal da Paraíba, Ana Cláudia Vital do Rêgo (Podemos), no conflito envolvendo o episódio ocorrido na última sexta-feira (08) em Campina Grande, onde Ana deixou um evento liderado pelo governador João Azevêdo (Cidadania).

“Você vê uma armação [no que aconteceu em Campina Grande]. Achei correto ela sair, mas que entregasse os cargos. Ela tem todo direito de se chatear, mas que entregue os cargos”, sugeriu Ribeiro à Rádio Arapuan FM.

A senadora disse que “aliado não fica lançando chapa ao governo”, ao se referir ao senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB).

“Quem é aliado não fica lançando chapa ao governo. O cargo que a esposa dele ocupa, onde os convênios das prefeituras passam por ela, as emendas dos deputados passam por ela. Isso é muito poder. E não aparecer ao lado governador porque quer ser candidato, se afastando do governador como se o governador fosse um leproso? Isso é muito sério”, advertiu.

Daniella lembrou o episódio em que era secretária de Cultura do governo Cássio Cunha Lima (PSDB) e se chateou durante uma reunião. À época, a parlamentar ligou para o pai, Enivaldo Ribeiro, e decidiu entregar o cargo sem fazer “alarde”.

“Fiz a carta toda e fui pro Palácio da Redação. Quem quer se impor não precisa fazer alardes. Quem faz isso tudo [episódio de Ana Cláudia] e não entrega cargos, não entrega mais”, criticou.

O ex-deputado estadual  Biu Fernandes foi derrubado após  jogar dinheiro para crianças, nesta terça-feira (12), em Alagoinha, no Agreste paraibano. O parlamentar participava de um evento comemorativo ao Dia das Crianças promovido pela Prefeitura.

Em certo momento, o político decidiu jogar algumas notas de real para a garotada e, na ânsia de ficarem com o dinheiro, as crianças empurram o ex-parlamentar que caiu no chão.

“Joguei o dinheiro perto de mim, me derrubaram”, ironizou Biu Fernandes.

MaisPB

O prefeito Matheus Bezerra e Secretária de Receita do município de Bananeiras, Brejo paraibano, foram recebidos na última semana pelo Desembargador Fred Coutinho, na Corregedoria Geral de Justiça, em João Pessoa.

Na oportunidade foram discutidos diversos pontos do programa “Minha Casa de Papel Passado”, além de uma exposição ao Desembargador, sua equipe e um representante do município de Alhandra.

A Regularização Fundiária do município é uma iniciativa da Secretaria de Receita, Transparência e Transformação Digital, liderada pela secretária Desiane Gomes, com o apoio de uma Comissão, presidida pelo também secretário, Gilson Rosário. A comissão é formada também por mais duas servidores, Juliana Costa e Thalynne Rocha, que levam a estrutura da prefeitura às comunidades.

De acordo com a prefeitura, a logística do programa foi amplamente discutida e pensada pela gestão, buscando ampliar a dignidade humana e visão contempladas pelos envolvidos. Ainda de acordo com a prefeitura, os registros dos imóveis serão entregues de forma gratuita aos possuidores que se enquadram no Reurb-S, com a mesma valia que acontecem em atos particulares.

O órgão destaca ainda que a Secretaria coleta toda a documentação necessária e assim realiza todos os trâmites burocráticos junto ao Cartório de 1º Ofício para proceder à entrega da titulação de imóveis aos seus respectivos proprietários.

O prefeito Matheus Bezerra destacou a parceria e o apoio que a Corregedoria e o Cartório de Bananeiras vêm dando ao programa, cujo propósito é materializar a Regulamentação Fundiária no município.

“Estamos transformando Bananeiras na primeira cidade da região do brejo paraibano com a iniciativa de Regularização Fundiária, através do programa ‘Minha Casa de Papel Passado’. Nossa gestão tem mostrado para quê veio, emplacando ações importantes, se reinventando e atendendo com excelência a nossa população”, destacou o gestor.

As entregas dos primeiros registros devem acontecer em uma solenidade que contará com a presença do Desembargador Fred Coutinho.

Um menino de 5 anos morreu afogado na tarde desta terça-feira (12), em um balneário na cidade de Pedras de Fogo, na Paraíba. O fato aconteceu na zona rural da cidade, no sítio Jangada, às margens da BR 230.

De acordo com informações da delegada plantonista Josenise Andrade, a família passava o Dia das Crianças no estabelecimento. Conforme relatos, a mãe teria ido ao banheiro e ao retornar percebeu que o menino estava se afogando na piscina.

A criança foi socorrida pela família e levada ao Hospital Distrital Dr, José de Souza Maciel, em Pedras de Fogo. Chegando no local, foi constatado o óbito.

A prefeitura de Bananeiras, no Brejo paraibano, inaugurou nesta terça-feira (12) a Central de Imunização e Vacinação (ImuniBans). A inauguração aconteceu durante a programação em alusão aos 142 de emancipação política do município.

De acordo com a prefeitura, a central conta com uma recepção, sala de vacinação, sala fria, consultório, setor administrativo, uma copa, dois banheiros – sendo um totalmente adaptado.

Ainda de acordo com o órgão, a ImuniBans foi pensada para atender a necessidade da população, sendo um local adequado e climatizado para que as famílias possam realizar com conforto e segurança o seu protocolo vacinal desde a primeira infância até a idade adulta.

A central realiza ainda testes para recém-nascidos, como o teste do pezinho. O ImuniBans funcionará de segunda a sexta-feira, pela manhã das 7h30 às 11h30, na parte da tarde 13h às 16h30.

O município de Bananeiras tem se destacado e ampliando as ações na área da saúde. Com a inauguração da central, o município tem mostrado eficiência e celeridade desde o início do ano, com a vacinação contra Covid-19.