O governador João Azevêdo autorizou, nesta terça-feira (16), durante o programa semanal ‘Conversa com o governador’, transmitido em cadeia estadual pela Rádio Tabajara, o início das obras de implantação, pavimentação e sinalização do acesso ao Parque Estadual da Pedra da Boca, em Araruna, e a restauração da PB-073, contemplando os municípios de Guarabira, Belém e Pirpirituba. As ordens de serviço somam investimentos de R$ 19,3 milhões de recursos próprios do estado.

As obras de implantação, pavimentação e sinalização da rodovia PB-107, em Ararura, a partir do entroncamento da PB-125 até a Pedra da Boca, compreendem um trecho de 9,98 km, e representam investimentos superiores a R$ 10,1 milhões. A iniciativa tem o objetivo de promover o desenvolvimento turístico sustentável na região; gerar novas oportunidades de negócios, criar empregos e distribuir renda; e oferecer segurança e conforto aos motoristas.

“Essa é uma obra muito importante e que vai ampliar o sistema rodoviário da região porque é uma área de grande fluxo turístico e, em breve, estaremos lá para celebrar junto com a população essa conquista”, frisou.

Já os serviços de restauração da PB-073 terão uma extensão de 20 km e totalizam investimentos que somam mais de R$ 9,2 milhões, facilitando o escoamento da produção econômica local e modernizando a infraestrutura rodoviária estadual.

“Essa estrada tem um grande fluxo. Quase 100 mil pessoas utilizam a via que atende a população de Guarabira, Pirpirituba, Sertãozinho, Belém, além de Bananeiras, Borborema e Solânea. Esses são recursos investidos na nossa infraestrutura, gerando emprego, renda e qualidade de vida para a população do Brejo”, finalizou.

O município de Bananeiras, no Brejo pariabano, tem avançado no Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB) – da educação infantil ao ensino médio. Os resultados positivos são baseados nas informações essenciais quanto aos índices que possibilitam o acesso as oportunidades educacionais de qualidade para crianças e jovens, sejam da rede privada ou rede pública, especialmente voltados para insumos e resultados.

O índice de 2021 serve como ponto de partida para que gestores e outras lideranças possam lançar planos que ampliem as oportunidades educacionais em suas localidades, contemplando inclusive as crianças e jovens que estão fora da escola.

O Ioeb traça um retrato sobre as condições de desenvolvimento educacional das crianças e jovens, da Educação Infantil ao Ensino Médio.

O Índice engloba dados da Educação Infantil ao Ensino Médio de todas as redes educacionais que estão presentes no município: estadual, municipal e privada. Para compor o modelo, foi observada a relação entre três fatores: indicadores de resultado educacional, indicadores de insumos e processos educacionais e também controle de background familiar.

Uma égua chamada Fada é a autora de um pedido de habeas corpus em que pede ao Poder Judiciário o direito de viver em liberdade, sem ser submetida a trabalhos forçados. A ação está tramitando na Segunda Vara do Rio de Janeiro contra o Centro de Zoonoze de Campos de Goytacazes, município do interior do Rio de Janeiro, e tem como um dos advogados o paraibano Francisco Garcia, que é professor de Direito Animal da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e advogado animalista. Ele destaca que essa é a primeira ação do tipo em que a autora é a própria égua.

De acordo com Francisco Garcia, Fada é uma égua que ao longo de toda a sua vida sofreu todo tipo de maus tratos e agressões, até ser resgatada pelo Centro de Zoonoze do município fluminense. Depois disso, duas entidades solicitaram o direito de ficar com o animal. O Santuário das Fadas, especializado em acolhimento de animais de grande porte, em que os animais vivem em liberdade total, e uma clínica especializada em equinoterapia. Garcia diz que o Centro de Zoonoze quer entregar o animal a essa clínica, entendimento que eles discordam.

“É um animal que sofreu a vida inteira, sendo agredido e escravizado, e que tem o direito de viver livre. Mas corre o risco de ir para um local em que vai trabalhar indefinidamente”, reclama o jurista.

Flagrante de Fada sendo agredida por seu antigo tutor — Foto: Reprodução

Flagrante de Fada sendo agredida por seu antigo tutor — Foto: Reprodução

Ele pondera que foi procurado pela ONG Brasil Sem Tração Animal. E que atua como advogado no caso ao lado de mais duas advogadas, Cínthia Belino e Thaísa Lima. Juntos, os três querem primeiro garantir o direito do próprio animal ser parte da ação. Depois, garantir que ele possa viver em liberdade.

“A égua pede ao Poder Judiciário que seu direito de ir e vir seja garantido pela Constituição Federal”, destaca Francisco Garcia.

Na ação, Fada se apresenta como “brasileira, equina, sexo feminino, cor tricolor, com data de nascimento desconhecida, nascida no estado do Rio de Janeiro”.

O advogado, a propósito, gravou um vídeo em suas redes sociais na sexta-feira (12) falando sobre o caso e reforçando que a luta tem a participação conjunta tanto do santuário como da ONG Brasil Sem Tração Animal. Que, segundo ele, é reconhecida como uma instituição com grande atuação em proteção de animais de grande porte.

Até esta terça-feira (16), a Justiça ainda não tinha se posicionado sobre a questão.

ONG Santuário das Fadas: no local, animais vivem livremente — Foto: ONG Santuário das Fadas

ONG Santuário das Fadas: no local, animais vivem livremente — Foto: ONG Santuário das Fadas

G1-PB

Uma grande mobilização de policiais em frente a uma agência do banco Brasil na cidade de Pirpirituba, no Agreste paraibano, foi causada por um alarme falso na tarde desta terça-feira (16).

Segundo informações da Polícia Militar, após ser acionada para um assalto com reféns e fazer o cerco, a ocorrência não foi confirmada. Ainda de acordo com a Polícia Militar, foram deslocadas várias viaturas que de imediato realizaram o cerco ao banco e interdições em vias da cidade.

Os militares informaram ainda que o alarme falso ocorreu pelo o erro de um funcionário no manuseio de um equipamento no interior da agência que acionou a central, que de imediato entrou em contato com Polícia.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta terça-feira (16) a ampliação da dose de reforço da vacina contra Covid-19 para toda população acima de 18 anos que foi vacinada há pelo menos cinco meses. Conforme o MS, cerca de 12,4 milhões de pessoas se encaixam no critério para D3.

Na Paraíba, 249.561 pessoas estão aptas a receber a terceira dose até novembro e 1.852.238 paraibanos até maio do próximo ano.

Queiroga garantiu ter doses suficientes para enviar as 38 mil unidades básicas de saúde para aplicação do reforço na população. “Com isso vamos ter uma cobertura vacinal maior da nossa população e evitar o que tem acontecido em alguns países da Europa (aumento de casos da Covid-19)”, explicou o ministro.

Também hoje foi lançada a campanha de megavacinação contra a Covid-19, que será realizada de 20 a 26 deste mês, para convocar a população para tomar a segunda dose da vacina.

O ministro salientou que é fundamental completar o esquema de vacinação e afirmou que o Brasil vive um cenário epidemiológico mais equilibrado, com o sistema de saúde atendendo às necessidades dos pacientes com síndrome respiratória grave.

Uma mulher foi atropelada durante uma perseguição da polícia a suspeitos, na noite desta segunda-feira (15), no município de Belém, no Agreste paraibano.

A mulher identificada como Joana Dark foi atingida quando suspeitos em um veículo fugiam da Polícia Militar em alta velocidade por várias ruas do município.

Ao chegar a rua Cícero Moura, os indivíduos atropelaram uma mulher que estava buscando água em um poço artesiano.

Após o atropelamento os suspeitos fugiram a pé. A guarnição que estava na perseguição de imediato prestou socorro a vítima.

Uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu) foi acionada para realizar o socorro da vítima, que foi encaminhada com uma fratura exposta para o Hospital de Emergência e Trauma, na capital paraibana.

As guarnições da Polícia Militar realizaram diligências no intuito de localizar os acusados, mas até o fechamento desta matéria ninguém havia sido localizado.

O carro utilizado pelo suspeito foi apreendido.