A Prefeitura através da Secretaria de Cultura e Turismo abre as inscrições para Oficinas Culturais referentes a lei Aldir Blanc visando fomentar a produção artística e cultural do Município.

Estão abertas também as inscrições para o  Show de Calouros que acontecerão dentro da programação da festa de Emancipação Política de Pirpirituba que completa 68 anos.

Serão ofertadas as seguintes oficinas:

Na programação da emancipação política, o tradicional Show de Calouros acontecerá mais uma vez, onde todos os que se inscreverem vão ter a oportunidade de mostrar sua voz.

Documentação necessária:

As inscrições iniciam na próxima quarta-feira(24) e vão até a próxima sexta-feira(26) na sede da Prefeitura Municipal, das 8h até às 12h.

Ao menos 43 cidades do estado de São Paulo decidiram cancelar o carnaval em 2022 por conta da pandemia de coronavírus.

Dentre elas estão Botucatu, Sorocaba, Mogi das Cruzes, Poá e Suzano. Será o segundo ano consecutivo que o evento não ocorrerá nesses municípios.

Embora as taxas de ocupação estejam baixas e os índices da doença registrem melhoras no comparativo com os piores meses da pandemia, na avaliação de alguns gestores municipais, o momento é de cautela.

As prefeituras temem que a folia possa gerar uma nova onda de contaminação e voltar a elevar o número de casos e óbitos.

A média móvel diária de mortes é de 72 nesta terça-feira (23) no estado de São Paulo. O valor é 15% maior do que o registrado há 14 dias, o que para especialistas indica tendência de estabilidade. Já a média diária de casos é de 1.400, valor 33% maior do que o de 14 dias, o que aponta alta.

Outra justificativa citada é a situação econômica de alguns municípios, que alegam não ter verba para a festa.

Em Sorocaba, por exemplo, a Prefeitura comunicou às escolas de samba que não vai disponibilizar recursos públicos para a festa, mas escolas estão se organizando para fazer um Carnaval paralelo — permitido pela gestão municipal.

Taubaté também cancelou o evento oficial, mas permitiu que cada escola organize sua própria festa dentro de suas respectivas sedes. Já em Jundiaí foi proibido qualquer tipo de festa.

Na capital paulista, o cronograma segue mantido. No início do mês, a prefeitura recebeu 867 inscrições para desfiles de blocos de rua.

A realização da festa depende da situação da pandemia, mas a gestão municipal já sinalizou que o evento deve ocorrer sem restrições sanitárias. A previsão é a de que 15 milhões de pessoas participem do Carnaval 2022 na capital paulista.

Segundo a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Regional de São Paulo, as cidades têm autonomia para decidir sobre a realização do evento e não precisam informar a gestão estadual.

Criação de comitê

O prefeito Ricardo Nunes quer montar um comitê interdisciplinar entre as cidades que realizam os maiores carnavais do país, como São Paulo, Recife, Salvador, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, para tomarem decisões de forma conjunta.

O comitê teria como objetivo garantir ações de monitoramento e formulação de políticas de saúde que cumpram recomendações sanitárias para realização de um carnaval seguro do ponto de vista da pandemia. São Paulo, Rio e Recife já aderiram à ideia.

Veja a lista das cidades que já decidiram cancelar o carnaval:

  • Botucatu
  • Lins
  • Itápolis
  • Ibitinga
  • Borborema
  • Sorocaba
  • Jundiaí
  • Cabreúva
  • Jarinu
  • Campo Limpo Paulista
  • Várzea Paulista
  • Itatiba
  • Itupeva
  • Marília
  • Mogi das Cruzes
  • Poá
  • Suzano
  • Salesópolis
  • Potirendaba
  • Franca
  • Mogi das Cruzes
  • Monteiro Lobato
  • São Bento do Sapucaí
  • Barrinha
  • Jaboticabal
  • Pitangueiras
  • Guariba
  • Pradópolis
  • Taquaritinga
  • Dumont
  • São Simão
  • Santa Ernestina
  • Guatapará
  • Monte Alto
  • Dobrada
  • Cunha
  • Natividade da Serra
  • Ubatuba
  • Taubaté
  • Santa Isabel
  • Roseira
  • Paraibuna
  • Santo Antônio do Pinhal

G1

O atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou durante entrevista concedida ao programa Correio Debate, da 98 FM, de João Pessoa, nesta terça-feira (23), voltou a afirmar que tem um candidato na Paraíba.

O “menino” que trabalha em Brasília e a quem Bolsonaro se referiu que deve ser candidato, é na verdade o paraibano, de Campina Grande, Tércio Thomaz.

O jovem, porém, é apontado como integrante do chamado ‘gabinete do ódio’ e é um dos três nomes que recebem incentivo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para disputar uma vaga na Câmara Federal em 2022.

Tércio chegou aos braços de Bolsonaro após criar na internet a página ‘Bolsonaro Opressor’ e ter sido descoberto pelo filho do presidente, vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), que o convidou para trabalhar com a família.

Carlos Bolsonaro teria lotado o paraibano em seu gabinete, na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro (CMRJ), mesmo sabendo que Tércio estaria ausente do gabinete carioca para se manter presente nas viagens de campanha do então candidato a presidente Jair Bolsonaro.

Vice-prefeito de Cabedelo e pré-candidato a deputado federa, Mersinho Lucena, atualmente filiado ao Republicanos, confirmou durante entrevista nesta segunda-feira (22) sua intenção de migrar para o Progressistas a fim de concorrer às eleições de 2022 pela legenda.

Segundo ele, a sigla, que é formada por nomes fortes no cenário político, como o prefeito Cícero Lucena, a senadora Daniella Ribeiro e o deputado federal Aguinaldo Ribeiro tem tudo para contribuir com a reeleição do governador João Azevêdo (Cidadania) em 2022.
“Hoje eu estou no Republicanos muito bem acolhido, mas possivelmente eu vou ingressar no Progressistas que é o partido do prefeito de João Pessoa, de Santa Rita, de Cajazeiras, da senadora Daniella Ribeiro, do deputado federal Aguinaldo Ribeiro, de três deputados estaduais, é um partido muito forte e eu tenho certeza que vai contribuir bastante para a reeleição do governador”, destacou.

Sobre sua postulação a federal, Mersinho ressaltou que ela surgiu após a declaração do prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo, informar que cumpriria os quatro anos do mandato para o qual foi eleito em 2020. Como atual vice na cidade, não seria interessante que os dois deixassem a prefeitura para a disputa estadual. Ainda conforme Lucena, no momento certo ele colocará seu nome à disposição para a avaliação do eleitor paraibano.

“Hoje eu estou como pré-candidato a deputado federal, mas é uma pré-candidatura de um grupo, com o pensamento que a gente pode ter um representante da grande João Pessoa na Câmara Federal e o próprio prefeito Vitor Hugo deu uma declaração dizendo que ele iria terminar o mandato dele, que ele iria passar os quatro anos para o que foi eleito, e foi nesse momento que tive a possibilidade de lançar minha pré-candidatura a federal. Estou andando bastante pelo estado da Paraíba, visitando várias cidades, conhecendo de perto os problemas de diversas regiões do nosso estado e meu nome, no momento certo estará à disposição para que a gente possa batalhar por essa vaga na Câmara Federal”, emendou. As declarações do vice-prefeito repercutiram em entrevista ao programa Arapuan Verdade.

O deputado federal e vice-presidente nacional do PSL, Julian Lemos, afirmou durante entrevista ao programa Frente a Frente, da TV Arapuan, na noite dessa segunda-feira (22), que Jair Bolsonaro (sem partido) será o ‘presidente mais traído da história do Brasil’ superando a ex-presidente Dilma (PT) que sofreu impeachment em 31 de agosto de 2016.

Para justificar a sua declaração, o deputado pontuou que a maioria dos aliados, parte deles do Centrão, bloco que dá a sustentabilidade ao seu governo no Congresso, vão levar o chefe do Executivo a derrocada no processo eleitoral de 2022 ao migrar para outras legendas.

Ele citou que esses parlamentares vão deixá-lo a partir de março quando começarem os movimentos para o processo eleitoral e que vão ‘traí-lo’ ao migrar para candidaturas como a do ex-presidente Lula (PT), o ex-juiz Sério Moro (Podemos) e Rodrigo Pacheco (PSD).

Portal Paraíba

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), revelou, nesta terça-feira (23), durante entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM, que autorizou estudos visando a realização de novos concursos públicos para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Segundo ele, não existe ainda um quantitativo definido de vagas, mas estima-se que para a Polícia Militar sejam disponibilizadas 1000 oportunidades.

João Azevêdo explicou que o levantamento vai identificar o eventual impacto financeiro nas contas do Estado para que os concursos possam ser anunciados, visando o reforço do efetivo das corporações.

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) julgou nesta terça-feira (23)  como improcedente a ação de impugnação de mandato eletivo protocolizada em face do prefeito do Município de Tacima, Luís Rodrigues Sobrinho, popularmente conhecido com Xató.

A alegação da denúncia da acusação era a de que o atual gestor teria promovido transferências de eleitores para o município e, em consequência disso, prometido vantagens e praticado captação ilícita de sufrágio.

O relator do caso, Juiz Márcio Maranhão, manteve a sentença de improcedência, entendendo que a captação ilícita de sufrágio denunciada não teria sido, nem de longe, demonstrada no processo.

Johnson Abrantes e Bruno Lopes, advogados do prefeito, comemoraram a decisão, afirmando o acerto da posição adotada pelo TRE, ratificando que o candidato derrotado nas urnas, autor da ação, não apontou um único nome sequer de algum beneficiado com a conduta narrada na inicial e lembraram que uma condenação eleitoral não pode tomar por base suposições e incertezas, como pretendeu o impugnante.