A pré-candidata a Deputada Estadual Danielle Rodrigues, vem firmando parcerias dias após dias em torno da disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa. Sabe porque seguimos avançando? Porque temos amigos! Foi com este discurso que Danielle chega em mais cidades da paraíba, fortalecendo seu nome e se firmando em outras regiões.

Depois dos apoios de lideranças de Santa Rita, Cruz do Espírito Santo, Sapé e Mari, ‘A Menina do Vale’ como ficou conhecida na região, pelo seu carisma e respeito por aqueles que mais precisam, segue avançando e desta vez recebe apoios de lideranças no município de Sobrado.

Em uma tarde produtiva, na companhia do Pre-candidato a Deputado Federal Major Neto, Roberto da Batata, Cilinha, Igino, Júnior Anselmo e Zeca do Pão Cangaia declararam apoio ao projeto de Danielle Rodrigues.

Notícias do Vale PB

Através do deputado estadual Chió (Rede/PB), a prefeita Socorro Brilhante (PP) assinou na última quarta-feira (1) convênio no valor de R$ 136 mil para educação de Pilões. O termo de compromisso foi realizado na sede Secretaria de Desenvolvimento e da Articulação Municipal do Estado.

Por sua natureza inovadora, a Emenda Impositiva destinada pelo Deputado Estadual Chió (Rede/PB) é a primeira da Paraíba a ser proposta para aquisição de tablets para estudantes da rede pública, como suporte tecnológico para auxiliar a inovação pedagógica.

“Assumi um compromisso sério com a educação de Pilões. Através desse trabalho já conquistamos um ônibus escolar com acessibilidade, uma escola de mais de um milhão de reais e agora, tenho a alegria de testemunhar a liberação dessa emenda, que garantirá aos estudantes da Rede Municipal uma tecnologia da informação essencial para impulsionar as estratégias pedagógicas dos professores poloneses”, destacou Chió.

A prefeita Socorro Brilhante agradeceu ao deputado a visão e o olhar voltado à educação do município. “Desde que assumiu, Chió tem tido um olhar à frente para nossa educação, conquistando recursos e instrumentos para que possamos revolucionar a educação da nossa cidade e tornar Pilões referência. Tenho certeza que os estudantes, os professores e toda família escolar irão receber esses tablets com muito entusiasmo, porque é uma janela para o mundo que se abre”, ressaltou a Prefeita.

Ainda segundo o deputado Chió (Rede/PB), até o final do seu mandato é objetivo beneficiar toda Rede Municipal de Pilões com tablets, e para isso, novas emendas também serão destinadas em 2022.

Mais investimentos

Ainda no Centro Administrativo do Estado, a prefeita Socorro Brilhante (PP) e o deputado estadual Chió (Rede) mantiveram audiência com Gabriel Gomes, secretário Executivo de Educação do Estado da Paraíba.

Em pauta, a liberação de recursos para o início da construção de uma escola; uma creche padrão para a cidade e mais livros didáticos para as bibliotecas locais.

Humberto Júnior, natural da cidade de Belém, Agreste paraibano, traz a partir de janeiro uma exímia novidade para a cidade e região, que é o consultório de Psicologia e Psicanálise.

Graduado em Psicologia pela Uninassau Campina Grande-PB, psicanalista em formação, membro participante das escolas de psicanálise, pós-graduando em Psicologia Jurídica, e pós-graduando em Saúde mental, se dedica aos estudos e a prática ética da escuta, cuidado e sofrimento humano, a partir do exercício psicanalítico.

Estará em Belém-PB com o consultório na rua Brasiliano da Costa, nº 170, Centro. Atendimento com hora marcada, destinado a adolescentes, adultos e idosos. Atendimento on-line para todo o Brasil, e atendimentos presencias nas cidades circunvizinhas.

A psicanálise continua sendo uma forma de escuta e, tratamento para o mal estar da civilização contemporânea!

Agenda aberta para atendimentos em janeiro.

Contatos:
Whatsapp: 83 99844-1133
Intagram: @depois_nada
E-mail: [email protected]

Durante live nas redes sociais, nesta quinta-feira (2), o presidente Jair Bolsonaro (PL) decidiu partir para o ataque ao ex-ministro da Justiça Sérgio Moro, provável rival nas eleições de 2022. De acordo com o presidente, seu antigo aliado é uma pessoa “sem caráter” e o vazamento da troca de mensagens entre Moro e os procuradores da Lava Jato expôs uma “vergonhosa troca de informações”.

Segundo o presidente, o ex-juiz afirmou que Moro mente ao dizer, como fez em entrevista a uma rádio, na manhã desta quinta, que ele teria comemorado a saída do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da prisão. “Esse cara está mentindo descaradamente. Em vez de mostrar o que fez, fica apontando dedos para os outros e mentindo”, criticou o presidente. “É papel de palhaço, um cara sem caráter. Saiu do governo pela porta dos fundos, traindo a gente, querendo trocar o diretor-geral da Polícia Federal por sua indicação ao Supremo. Aprendeu rápido, hein Sérgio Moro? Aprendeu rápido a velha política”, acrescentou.

Bolsonaro ainda sinalizou que pode revelar quem teria vazado para a imprensa informações coletadas pelo Coaf sobre sua família. “Vou trazer algo sobre isso semana que vem. Em dado momento, descobriram a pessoa que vazava as informações do Coaf para a imprensa. E os procuradores rindo do vazamento”, disse o presidente, para quem os membros da força-tarefa teriam votado no então candidato Fernando Haddad (PT) contra ele no segundo turno das eleições de 2018.

Um casal morreu após ser atingido por estilhaços de rocha quando passava de moto em uma obra que estava acontecendo entre os municípios paraibanos de Pilões e Serraria, na tarde desta quinta-feira (2). De acordo com informações passadas pelo gestor da obra, José Luiz, do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a construção trata-se de uma ligação entre os dois municípios do Brejo da Paraíba, e os espaços estavam interditados, por causa das explosões de pedras que acontecem no local. Mesmo com sinalizadores e placas, o casal teria entrado na obra.

Ainda de acordo com informações do engenheiro, para além das sinalizações que já existiam na obra, algumas pessoas que estavam perto do local do acidente tentaram gritar para que eles não ultrapassassem a construção.

“Talvez eles tenham pensando que os avisos que tinha na obra era em relação às máquinas que fazem o processo”, disse o engenheiro.

O engenheiro explica que o que atingiu o casal foram os estilhaços das explosões das rochas, pois quando uma pedra grande passa por um processo explosão, ela não salta. Ela parte no meio, mas permanece no mesmo local. As únicas coisas que realmente são arremessadas, são os estilhaços.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, declarou nesta quinta-feira (2) que parte dos servidores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep) pediram demissão depois que o órgão resolveu colocar um relógio de ponto para controlar as horas trabalhadas pelos servidores. As declarações foram dadas em Campina Grande, na segunda parada dele durante sua visita à Paraíba.

A crise no Inep se agravou em novembro, depois que 37 funcionários pediram demissão a poucos dias da realização do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) de 2021, alegando “fragilidade técnica e administrativa da atual gestão máxima” do Instituto.

Mas, agora, o ministro defende uma nova teoria, que colocaria a culpa nos servidores e isentaria o Inep:

“Eu quero gente trabalhando. Eu quero honrar o dinheiro que o povo paga [para] o salário do funcionário público. É isso o que eu quero fazer. E a hora que a gente fala de relógio de ponto, alguns funcionários, não todos, se rebelam”, frisou o ministro.

Milton Ribeiro destacou que a saída dos servidores não era um desejo do Ministério, mas ponderou que se trata de um direito que eles têm. “Quando as pessoas não querem trabalhar juntos, numa mesma visão… a visão nossa é de seriedade”, prosseguiu.

O ministro falava de uma outra crise quando citou o exemplo do Inep. Pouco antes, ele discutia o fato de 80 coordenadores e consultores da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) terem renunciado aos seus cargos. Eles eram responsáveis pelas avaliações quadrienais de cursos de mestrado e de doutorado do país, nas áreas de Química, Física e Matemática, e deixaram as suas funções por discordarem da suspensão dessas avaliações.

De acordo com ele, a pandemia fez com que questões cujas realizações eram dadas como certas acabassem sofrendo interrupções, mas garantiu que as avaliações serão retomadas. “Tudo já caminha para a normalização”, defendeu.

Ainda nesta quinta-feira (20), a propósito, uma decisão judicial já havia derrubado uma liminar que paralisava a avaliação quadrienal dos cursos de pós-graduação.