O município de Bananeiras, no Brejo paraibano, está em expectativa para a abertura oficial do São João Tudo de Ão, que acontece nesta sexta-feira (17). Veja a programação do evento no fim da matéria.

São João em BananeiraDe acordo com a organização do evento, o São João em Bananeiras reflete tradição associada à inovação. “Novo formato, novos estilos ou quesitos de segurança/tecnologia”, declarou a gestão municipal no site oficial.

O maior evento da cidade entregará da gestão tudo de melhor. A quadrilha junina oficial de nossa Bananeiras, a @explosaobans , irá representar a nossa cultura em diversos eventos e abrilhantará o nosso festejo junino. É isso, ampliamos e agregamos. Será uma grande festa, de todos”, destaca o prefeito Matheus Bezerra.

Desde o início de junho, a cidade já prepara o clima festivo entre moradores e turistas. A decoração na Praça Epitácio Pessoa tem ambientes “instagramáveis” para interação nas plataformas digitais.

 

A Secretaria Municipal de Educação de Bananeiras e a Polícia Rodoviária Federal da Paraíba firmaram, ontem (14), uma importante parceria para formação continuada de professores, com o objetivo de oportunizar conhecimento técnico e especializado sobre o trânsito.

Os Agentes Cledson Augusto Ferreira (Coordenador do Programa Educar para o Trânsito) e Pedro Ivo Nogueira Loureiro, explicaram que os professores serão multiplicadores dos conceitos básicos para a educação no trânsito.

Após a conclusão da formação, a temática será inserida nas aulas do Sistema Municipal, através de conteúdos interdisciplinares com as disciplina escolares com o intuito de desenvolver nas crianças e adolescentes a consciência para a necessidade de um trânsito mais pacífico, além de conhecimento sobre as leis que visam evitar acidentes e mortes
nas rodovias, ruas e estradas.

O Projeto Educar PRF tem na sua base cinco eixos temáticos que irão nortear as atividades: comunicação, estatística, respeito, protagonismo e sensibilização.

Neste primeiro momento quatro escolas da rede municipal serão contempladas, são elas:

O município tem uma data para o próximo encontro, dia 04 de julho se dará início as atividades.

O deputado federal Gervásio Maia (PSB/PB) declarou que não ficou surpreso com a decisão de Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) de disputar a reeleição para deputado federal.  “Como eu sabia que Aguinaldo estava construindo sua decisão, não alimentei nenhuma expectativa e só aguardei”, declarou.

Ainda segundo Maia, a decisão muda o projeto do PSB, mas para melhor. “Hoje o partido ganha um aliando importante para a reeleição do governador João. Foi uma decisão que fortalece nossa chapa majoritária”, defendeu.

A pré-candidatura de Aguinaldo estava sendo bastante especulada para o Senado Federal. No final de maio, o governador havia dito que teria feito o convite formal ao deputado para ser senador.

O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB) disse que decisão de Aguinaldo Ribeiro de não disputar uma vaga para o Senado, mas de concorrer a reeleição na Câmara Federal nas eleições deste ano. “Estou tranquilo com esta decisão”, disse o governador.

Mais uma vez o governador ressaltou que política se faz com diálogo e ouvindo a todos os envolvidos para que a decisão atenda aos anseios de todos. “E Foi isso Aguinaldo fez durante todo esse tempo antes de tomar qualquer decisão”, disse João Azevêdo

O vice-prefeito de Campina Grande, Lucas Ribeiro (PP), afirmou na tarde desta quarta-feira (15) que está “à disposição da Paraíba”. Mais cedo, o deputado Aguinaldo Ribeiro anunciou que não iria disputar o Senado e o PP é quem iria indicar o candidato vice do governador João Azevêdo (PSB).

“Estou à disposição de Campina Grande e da Paraíba. Agora, isso vai ser discutido. O PP tem excelentes quadros. Mas, estou à disposição”, afirmou.

O nome do político é o principal cotado para compor a chapa com João na condição de eventual candidato a vice. Além de Lucas, o nome da primeira-dama de João Pessoa, Lauremília Lucena, também é cogitado.

Da Redação com MaisPB

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) anunciou na manhã desta quarta-feira (15) que vai disputar à reeleição e indicar o vice de João Azevêdo (PSB). A decisão do parlamentar surpreendeu toda classe política.

“Não se trata de projeto individual, é coletivo. Vamos estar nos municípios, defendendo o legado do trabalho, levando esperança e reforçando o projeto. Sigo trabalhando e fazendo o que a gente sabe fazer”, disse Aguinaldo.

Ficou acordado que o Progressistas irá indicar o nome que vai ocupar a vaga de vice na chapa. “Não eu, nós vamos. Nos próximos dias, o partido vai fazer a avaliação e, o mais breve, levaremos ao governador o nome”, disse Aguinaldo, durante evento que marcou o apoio do partido ao projeto encabeçado pelo governador.

A vaga permanece aberta, assim como a do Senado Federal, cujo convite havia sido feito pelo chefe do Executivo estadual para o próprio Aguinaldo.

“Unidos por uma Paraíba mais forte” é o lema do lançamento da pré-candidatura do deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) em evento em conjunto com o PSB, do governador João Azevêdo.

A imagem de Aguinaldo ao lado de João mostra que eles estarão juntos na campanha das eleições 2022. Apesar de ainda não estar definida a postulação de Aguinaldo, os indícios apontam para a disputa do Senado Federal. No início do ano houve um imbróglio com o também deputado federal, Efraim Filho (União), pela vaga na Senatória. Na ocasião, Efraim rompeu com João e decidiu apoiar o pré-candidato, Pedro Cunha Lima (PSDB).

O presidente nacional do partido, Ciro Nogueira, afirmou esta semana que a pré-campanha de Aguinaldo ao Senado Federal é uma prioridade do partido, bem como o presidente estadual Enivaldo Ribeiro afirmou que se reuniu no domingo (12) com João Azevêdo.

Já o presidente do Republicanos, Hugo Motta, afirmou que mesmo que João apoie Aguinaldo, ele deverá permanecer com Efraim, abrindo dissidência na base do governador.

Já estão presentes no evento, os deputados estaduais, Hervázio Bezerra (PSB) e Edmilson Soares (Podemos); o prefeito de Santa Luzia, Zezé Araújo (MDB); o ex-prefeito de Juazeirinho, Bevilacqua Matias; o prefeito de Alagoa Nova, Francenildo Pimentel (Cidadania); o prefeito de Algodão de Jandaíra, Humberto dos Santos (PSB); Anselmo Castilho do PSB; o ex-prefeito de Sapé, Roberto Feliciano; e os vereadores de João Pessoa, Mangueira, Fabíola Rezende, Toinho pé de aço, Tarcísio Jardim, Eliza Virgínia e Marcos Bandeira, que havia anunciado adesão a Veneziano.

O Ministério Público Federal (MPF) está investigando Antônio Cristóvão Neto, conhecido como Queiroguinha – pré-candidato a deputado federal (PL) e filho do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga – por suposto crime de tráfico de usurpação de função pública e tráfico de influência. A investigação foi aberta depois da divulgação de registros de Queiroguinha se apresentando em agendas oficiais como representante do governo.

O caso ganhou repercussão após O Globo publicar uma reportagem sobre a movimentação de Queiroguinha no gabinete da pasta do pai, e em agendas oficiais, como entrega de obras do Governo Federal, correspondentes ao Ministério da Saúde.

De acordo com a reportagem, além de percorrer cidades do interior da Paraíba para entregar obras, Queiroguinha, que também é estudante de medicina e tem 23 anos, teria levado prefeitos à sede do Ministério da Saúde, em Brasília, para reuniões com seu pai, o ministro Marcelo Queiroga.

Segundo a assessoria de imprensa do MPF na Paraíba, o órgão recebeu, através da Sala de Atendimento ao Cidadão, uma representação para análise e tomada de providências a respeito do suposto cometimento de crimes de usurpação de função pública e tráfico de influência. O procedimento investigativo foi aberto ainda na terça-feira (14).

Ainda de acordo com o MPF, a denúncia foi analisada pelo procurador distribuidor, que determinou a instauração de notícia de fato. O suposto fato deve ser averiguado por gabinete com atuação criminal geral, e pode ser encaminhado à Procuradoria Regional Eleitoral.

Da Redação com Jornal da Paraíba

Levantamento feito pela Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), com base no Censo Escolar 2021, mostrou que 110 escolas públicas na Paraíba não possuíam banheiro, 81 funcionavam sem esgotamento sanitário, 106 não tinham água e 55 não disponibilizavam água potável aos alunos.

A pesquisa também encontrou cinco instituições sem energia elétrica, 932 sem internet, 1.397 sem internet banda larga e 1.968 sem pátio ou quadra coberta. A consulta foi realizada em 3.865 escolas municipais, estaduais e federais.

Em João Pessoa, foram analisadas 297 escolas, sendo 186 municipais, 107 estaduais e quatro federais. Ficou constatado que três instituições municipais e cinco estaduais não ofereciam água potável aos alunos. O levantamento constatou, ainda, que não havia pátio ou quadra coberta 21 escolas municipais, 28 escolas estaduais e uma escola federal.

Apenas escolas municipais e estaduais registraram ausência de internet. Entre as administradas pela Prefeitura, 70 não possuíam banda larga e 45 não tinham qualquer tipo de sinal. Três estaduais não ofereciam banda larga e três sequer possuíam internet. Além disso, nove escolas estaduais funcionavam sem banheiro.

Já em Campina Grande foram analisadas 203 escolas, sendo 148 municipais, 53 estaduais e duas federais. Entre as estaduais, oito não possuíam banheiro, uma não tinha água, uma não oferecia água potável, 16 não tinham pátio ou quadra coberta, duas estavam sem internet banda larga e uma não possuía qualquer tipo de sinal. As municipais também registraram problemas: 25 não contavam com pátio ou quadra coberta, 14 não tinham banda larga e 10 estavam completamente sem sinal de internet. As duas escolas federais de Campina Grande funcionavam regularmente.

Os dados constam na aba “Infraestrutura PB” do documento divulgado pela Atricon, que reúne informações sobre escolas públicas, agregadas por municípios. Na aba “Infraestrutura por Escola” é possível consultar a situação de cada instituição, inclusive da rede privada. Confira o levantamento na íntegra.

Dados nacionais

Ao menos 14,7 milhões de estudantes brasileiros enfrentam problemas de infraestrutura nas escolas, conforme reportou o R7. Foram analisadas informações de 138 mil escolas em todo o país, com um total de 38 milhões de alunos.

De acordo com o levantamento, pelo menos 5.200 (3,78%) escolas não possuem banheiro, 8.100 (5,84%) não têm acesso a água potável e 7.600 (5,53%) não têm esgoto. Outros 3.500 (2,59%) estabelecimentos de ensino não dispõem de abastecimento de água. Além disso, em 57 mil (41,72%) não há pátios ou quadras cobertas, um fator importante para a realização de atividades em espaços arejados.

A falta de água potável nas escolas também chamou a atenção do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Com base no Censo Escola, o Unicef destacou que ainda há no Brasil 3.000 escolas municipais sem água e outras 21 mil com acesso inadequado. O fundo lançou no último ano a campanha #ÁguaHigieneNasEscolas, voltada à arrecadação de recursos para ampliar o acesso a água de qualidade nas escolas.

Escolas
Situação precária de escolas preocupa entidades — Foto: Pixabay

Na outra ponta, foi constatada a dificuldade de conectividade. “A pandemia mostrou a importância de uma boa conexão. Mesmo com o retorno ao presencial, as atividades remotas devem continuar, o que exige uma qualidade mínima para que os estudantes possam desenvolver suas atividades”, destaca o presidente da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), Cezar Miola.

O Censo Escolar revelou que 49,5 mil (35,67%) escolas não têm acesso à banda larga. Uma das metas do Plano Nacional da Educação (PNE) para 2024 é a universalização do acesso à internet de alta velocidade nas escolas da educação básica de todo o país.

Para Miola, o estudo mostra que o país ainda enfrenta problemas considerados primários, como a falta de água potável, o que é básico e, ao mesmo tempo, o percentual de escolas com acesso a banda larga ainda é baixo e isso ficou claro durante a pandemia.

“Apesar da relevância de assegurar as condições mínimas de funcionamento às escolas, há gestores que não asseguram o cumprimento da prioridade definida pela Constituição à criança e ao adolescente como algo básico como banheiro”, diz Miola. “Vale destacar que as informações foram fornecidas pelos próprios gestores ao Censo e que muitas melhorias poderiam ter sido realizadas por estados e municípios no período da pandemia, em que as escolas estiveram fechadas”, acrescenta.

Os dados do estudo realizado pela associação traçam um perfil da situação detalhada das escolas dos 26 estados e do Distrito Federal. Todas as informações foram encaminhadas aos tribunais de contas de todo o país com o objetivo de auxiliar as ações de fiscalização dos órgãos.

Da Redação com Portal Correio

Nesta quarta-feira (14), as faculdades EESAP e Três Maria inauguraram, na cidade de Belém, Agreste paraibano, mais um polo de educação à distância. O polo educacional está localizado no prédio do Educandário Pedro Cardoso, na Rua Vicente Cadó, 168, centro da cidade.

No polo do município de Belém serão disponibilizados 8 cursos de graduação, 6 cursos técnicos e mais de 60 curso de pós-graduação. Durante a cerimônia de inauguração estiveram presentes autoridades da região, professores e colaboradores das instituições, além de digitais influencers da região.

Com 8 cursos de graduação EaD e semipresencial, as Faculdades EESAP e Três Marias chegam para propagar um ensino de qualidade e atendimento humanizado na cidade.

Confira abaixo a lista de cursos de graduação:

Além de Belém, outros 80 municípios contam com uma unidade da faculdade, já presente em 10 estados: Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Goiás, Piauí, Maranhão, Tocantins, Minas Gerais e Bahia.

GRUPO TRÊS MARIAS

O Grupo Três Marias é mantenedor das Faculdades Três Marias e EESAP, cujas sedes estão localizadas em João Pessoa e Guarabira respectivamente. Presentes há 6 anos no mercado, ambas as instituições são tidas como referência, além de possuir o conceito máximo no MEC (Ministério da Educação) em diversos cursos.

ENTRE EM CONTATO

Telefone/WhatsApp: 0800 083 2656

Telefone/WhatsApp do Polo Belém: 83 99972-9020

Endereço Polo Belém: Rua Vicente Cado, Nº 168, Centro

Sites: tresmarias.edu.br | eesap.edu.br