Ministério Público libera apenas um estádio para o Campeonato Paraibano 2021

Faltando exatamente uma semana para o início do Campeonato Paraibano 2021, o Ministério Público da Paraíba (MPPB) emitiu um documento informando que apenas um estádio está regularizado para sediar os jogos do estadual. É o Carneirão, em Cruz do Espírito Santo, que tem o São Paulo Crystal como mandante.

A recomendação do MP ainda indica que o Almeidão, em João Pessoa, o Amigão, em Campina Grande, e o Perpetão, em Cajazeiras, vão precisar comprovar que adequações estão sendo feitas no local. Enquanto isso, o Presidente Vargas, em Campina Grande, o José Cavalcanti, em Patos, e o Marizão, em Sousa, não estão em condições de receber os jogos.

Situação dos estádios paraibanos, de acordo com o Ministério Público

Liberado
  • Carneirão (Cruz do Espírito Santo)

“está autorizada a designação de qualquer partida para o Estádio Carneirão (…) por ser o único que cumpre as normas legais”.

Com pendências
  • Almeidão (João Pessoa)
  • Amigão (Campina Grande)
  • Perpetão (Cajazeiras)

“a designação de jogos para (…) Almeidão(…), Amigão e (…) Perpetão (…) dependerá da apresentação de documento da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan-PB), comprovando que as execuções dos projetos estão se realizando”.

Vetados
  • Presidente Vargas (Campina Grande)
  • José Cavalcanti (Patos)
  • Marizão (Sousa)

O Ministério Público recomenda que a FPF “se abstenha de designar jogos para (…) o Presidente Vargas (…), o José Cavalcanti (…) e o Marizão (…), sob pena de responsabilização nos termos da legislação em vigor”.

Recomendação do Ministério Público da Paraíba, à FPF, sobre os estádios a serem utilizados no Campeonato Paraibano — Foto: Reprodução / MP-PB

Recomendação do Ministério Público da Paraíba, à FPF, sobre os estádios a serem utilizados no Campeonato Paraibano — Foto: Reprodução / MP-PB

Vale ressaltar que tanto o José Cavalcanti quanto o Marizão possuem jogos programados já para a primeira rodada, com o Nacional de Patos recebendo a Perilima no primeiro estádio, e o Sousa encarando o Botafogo-PB no segundo.

O documento ainda informa que os responsáveis pelos estádios Almeidão, Amigão e Perpetão precisam enviar os documentos necessários para que estejam aptos para receber as partidas do estadual, algo que ainda não foi feito desde o segundo semestre do ano passado. Isso de acordo com o procurador Valberto Lira.

O Ministério Público da Paraíba ainda informou que o Estádio Carneirão está completamente apto para sediar os jogos do Campeonato Paraibano. Isso porque a praça foi a única que cumpriu as normas legais solicitadas pelo órgão.

Ao final do documento, o MPPB avisa que, caso as recomendações não sejam acatadas, o órgão pode tomar as medidas legais, levando a situação para a Justiça. A recomendação assinada por Valberto, que também é coordenador da Comissão Nacional de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios, pede que as solicitações sejam realizadas de forma imediata.

O cenário não é bem uma novidade no futebol paraibano. É comum anualmente o Ministério Público, através de Valberto Lira, recomendar o cumprimento dos laudos solicitados para a adequação dos estádios. Na maioria das vezes, as praças são liberadas com restrições. Desde o último ano, com a pandemia da Covid-19 descontrolada no país, os jogos não vão receber público nas arquibancadas.

Em 2021, o Campeonato Paraibano vai contar com oito equipes, começando no dia 14 de abril e com o segundo jogo da final programado ainda para o primeiro semestre deste ano. Estão garantidos nesta disputa: Atlético de Cajazeiras, Botafogo-PB, Campinense, Nacional de Patos, Perilima, São Paulo Crystal, Sousa e Treze.