Em entrevista à TV Arapuan, nesta terça-feira (20), o deputado federal e presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB) na Paraíba, Gervásio Maia, afirmou que uma provável candidatura do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) ao Senado Federal precisa ter o aval do Diretório Nacional da legenda.

O parlamentar lembrou que, em 2020, Ricardo Coutinho teve uma votação considerada baixa por, segundo ele, ter se candidatado em decisão isolada à Prefeitura de João Pessoa.  “O resultado, todos nós sabemos, foi terrível, principalmente pelo o que ele representou como governador”, avaliou.

“Então não existem decisões isoladas, e nas eleições de 2022 isso não vai ocorrer, inclusive o presidente nacional já me chamou atenção que toda candidatura do PSB ou composição entre partidos deverá passar pelo crivo do diretório nacional. E eu respeito isso, pois atendo rigorosamente [a deliberação] do presidente”, afirmou.

No mês de junho, o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, disse ao jornalista Felipe Nunes, do ‘Arapuan Verdade’, que só tratará das eleições majoritárias no ano que vem. Segundo ele, o objetivo do partido, neste momento, seria formar chapas de candidatos a deputados federais para a formação de uma bancada ampla na Câmara dos Deputados.

O governador  do estado da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), nomeou o ex-governador Roberto Paulino (MDB) como novo secretário chefe do Governo.

A nomeação está publicada na edição desta quarta-feira (21) do Diário Oficial do Estado. Cargo era ocupado, cumulativamente, por Ronaldo Guerra, chefe de Gabinete do Governador.

Além da Secretaria de Governo, outra mudança na estrutura administrativa da gestão João Azevêdo ocorre na Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa).

A mesma publicação do DOE traz a exoneração, a pedido, da então diretora-geral da Agevisa, Joria Viana Guerreiro, e a nomeação de Geraldo Moreira, que vinha ocupando a Diretoria Técnica do órgão.

Nas eleições municipais de 2020, o grupo aliado ao governador João Azevêdo em Guarabira apoiou o nome de Paulino para concorrer ao cargo de prefeito da cidade. Roberto Paulino governou o estado em 2002, após o então governador José Maranhão deixar o cargo para concorrer a uma vaga de senador.

O ex-prefeito de Campina Grande e pré-candidato ao Governo do Estado, Romero Rodrigues (PSD), negou que esteja tentando se “descolar” do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) – como tem sido especulado nos últimos dias.

“Especulação de pessoas remuneradas para criar retórica”, classificou sobre o assunto.

Após as teses de um possível distanciamento, o jornal O Globo noticiou que Bolsonaro iria lançar a candidatura de Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, ao Governo da Paraíba – em detrimento de Romero.

O ex-prefeito garantiu que essa informação era falsa.

PB Agora

A Câmara Municipal de Belém, cidade do Agreste paraibano, aprovou por unanimidade o Projeto de Lei que nomeia como Abraão Roberto a sede do Conselho Tutelar. O projeto é de autoria do vereador, Severino Porpino, e foi aprovado durante a sessão ordinária desta terça-feira (20).

Em sua fala durante a sessão, o vereador destacou que o Projeto de Lei é uma homenagem ao conselheiro tutelar que durante anos prestou diversos serviços importantes para o município de Belém.

Abraão Roberto era conselheiro tutelar no município de Belém e morreu vítima da Covid-19 no dia 26 de junho de 2021.

A Prefeitura Municipal de Belém, Agreste paraibano, está com inscrições abertas para o curso de xadrez para adultos e crianças. Os interessados deve comparecer ao prédio da Biblioteca Municipal Professora Maria Lira para realizar as inscrições.

O curso será terá início no mês de agosto, na própria biblioteca. As inscrições podem ser realizadas até o dia 30 de julho; pela manhã das 7h às 11h, a tarde das 13h às 17h.

As aulas serão ministradas pelos professores e coordenadores do projeto, Wellington Pereira, mais conhecido como Pupuca, e João Batista.

Para se inscrever basta comparecer ao prédio da Biblioteca, localizado na rua Brasiliano da Costa, S/N, Centro, e informar os dados pessoais. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (83) 99646-3896.

Pelo menos quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos durante uma operação da Polícia Federal na Paraíba, deflagrada na manhã desta quarta-feira (21). Segundo a PF, a operação “Falsum Latere” investiga um suposto esquema de “rachadinha” envolvendo uma rede de prestadores de serviço e servidores “fantasmas” contratados na Prefeitura de Mulungu.

Durante a operação, policiais federais, acompanhados de servidores da Corregedoria Geral da União (CGU), realizaram buscas em quatro endereços ligados aos investigados na cidade de Mulungu. Os mandados foram expedidos pela 12ª Vara Federal da cidade de Guarabira.

Segundo representação criminal formalizada por alguns vereadores de Mulungu, posteriormente aprofundadas por uma análise da CGU, os contratados “fantasmas”, após receberem os valores, repassariam o dinheiro para um funcionário da empresa de um dos secretários municipais. Conforme as investigações, as práticas criminosas já teriam causado um total de R$ 224.801,28 de danos ao erário.

Além disso, foi verificado que os prestadores de serviços “fantasmas” contratados pela prefeitura deveriam fazer serviços de apoio junto a agentes de saúde e da Vigilância Sanitária nas atividades de enfrentamento à Covid-19, sendo encontrados indícios de que os serviços contratados não teriam sido prestados, mas, posteriormente, valores, ou partes destes, eram repassados a “operadores” que seriam funcionários de uma empresa de cerâmica, que seria de propriedade de um dos secretários municipais.

Ainda segundo a PF, os investigados responderão pelo crime de peculato, cuja pena poderá chegar a 12 anos de reclusão.

Um corpo foi encontrado carbonizado dentro do porta-malas de um carro, na zona rural de Monteiro, no Cariri da Paraíba, na terça-feira (19). Segundo a Polícia Civil, a perícia identificou que o corpo é do sexo masculino, com aproximadamente 50 anos de idade.

De acordo com o delegado Gílson Duarte, a polícia foi chamada para atender uma ocorrência sobre um carro que estava pegando fogo, na fazenda Tigre dos Torres, zona rural de Monteiro. Quando os policiais chegaram no local encontraram um corpo dentro do porta-malas.

“Quando as guarnições chegaram no local, constataram que de fato o veículo estava queimando em fase terminal e que no porta-malas do carro tinha uma ossada humana”, disse o delegado.

Ainda segundo a polícia, o corpo encontrado no carro foi encaminhado para perícia em Campina Grande. O caso está sendo investigando.

Pelo menos 14 tabletes de substância semelhante a maconha foram encontrados em um carro de locadora de veículos, no bairro do Bessa, em João Pessoa, na tarde desta terça-feira (20). O material foi encontrado pela própria empresa responsável pelo carro, um Toyota Etios, da cor branca.

De acordo com o Batalhão Especializado em Policiamento Turístico (BEPTur), o veículo havia sido roubado anteriormente no estado de São Paulo e foi encontrado na Paraíba. O carro foi entregue à Polícia Civil e, em seguida, devolvido na unidade de João Pessoa da empresa de locação.

Ao passar por uma manutenção na locadora, as drogas foram localizadas na lanternagem do carro, na parte de trás dos carpetes da mala.

“Foi solicitado a presença da PM ao local e realizado a constatação por parte dos policiais de se tratar de material semelhante à maconha, sendo o veículo, o material apreendido e um representante da locadora apresentados na Central de Flagrantes para os procedimentos cabíveis”, disse o major Bruno Rodrigues, comandante do BEPTur.

Cinco pessoas foram presas durante uma operação da Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (21), em Sousa, no Sertão paraibano. De acordo com a polícia, o grupo é suspeito de envolvimento no homicídio de um taxista na cidade, no ano passado. Um dia antes de ser morto, o taxista teria provocado um acidente que acabou vitimando três pessoas, entre elas uma criança.

Segundo a polícia, além dos mandados de prisão, a operação também cumpriu mandados de busca e apreensão. Conforme o delegado seccional de Sousa, Carlos Seabra, em dezembro de 2020, um dia antes de ser morto, o taxista teria provocado um acidente que acabou vitimando três pessoas, entre elas uma criança de 8 anos.

O taxista, identificado como Cícero Rodrigo Abreu, foi encontrado morto no dia 14 de dezembro de 2020, às margens de um açude, em um sítio na zona rural de Sousa. O corpo dele estava com várias marcas de violência e com uma corda no pescoço.

Ainda segundo a polícia, durante a operação na manhã desta quarta (21), os suspeitos não reagiram à prisão. Com eles foram apreendidos uma pistola, carregadores, munições e aves silvestres. O grupo detido e todo o material foram encaminhados à delegacia de Sousa. Em seguida os suspeitos serão levados para o presídio do município.