O ex-deputado e padre federal Luiz Couto (PT-PB), 76 anos, recebeu alta hospitalar na manhã desta segunda-feira (9). Ele estava internado em um hospital particular em João Pessoa desde o último dia 23 de julho, após ter sido contaminado pela Covid-19.

Mesmo com risco baixo, por já ter sido imunizado com as duas doses da vacina, Luiz Couto foi internado para ter o quadro clínico monitorado pelos médicos. Ele é portador de diabetes e hipertensão, comorbidades que oferecem maior risco de óbito pela Covid-19.

Deputado federal por quatro mandatos (2003 a 2019), Luiz Couto disputou a uma vaga no Senado nas eleições passadas, mas não se elegeu. Com o início do mandato do governador João Azevêdo (Cidadania) foi nomeado secretário de Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido da Paraíba. Ficou no cargo até o ano passado, quando foi exonerado do cargo pelo governador João Azevêdo após assumir apoio à candidatura de Ricardo Coutinho à prefeito da capital.

Para as eleições do próximo ano, Luiz Couto pretende se candidatar novamente a uma cadeira na Câmara Federal. Ele é da ala petista no estado que defende o retorno do ex-governador Ricardo Coutinho aos quadro do PT.

Pessoas com 18 anos ou mais residentes em Pirpirituba já podem realizar seu cadastro para vacinação contra a Covid-19. O cadastro está liberado no site da Prefeitura e as pessoas pessoas devem preencher os dados do cadastro corretamente. Para realizar seu cadastro, acesse a seguinte página: https://www.pirpirituba.pb.gov.br/cadastro-para-vacinacao/

IMPORTANTE: Após a realização do cadastro, será feita a convocação por ordem numérica, tomando como base a disponibilidade de doses enviadas ao Município.

SE VOCÊ TEM 18 ANOS OU MAIS, FAÇA SEU CADASTRO AQUI.

O Cadastro segue aberto para as pessoas de 30 à 39 anos.

Mesmo com o avanço da vacinação e redução do número de novos casos confirmados e de óbitos, os especialistas de saúde de João Pessoa alertam que não é hora de relaxar com os cuidados preventivos para evitar o contágio e transmissão da Covid-19, como o uso da máscara de proteção individual, que segue no topo da lista dos itens essenciais. Portanto, a população deve continuar atenta aos diversos modelos de máscaras existentes no mercado para continuar se prevenindo de maneira correta, como orientam os profissionais de saúde.

Além das recomendações dos especialistas, os decretos estadual e municipal continuam impondo a obrigatoriedade do uso da máscara de proteção individual aos cidadãos. “É importante que a população continue usando a máscara de proteção com a finalidade de autoproteção. O uso da máscara pode fazer a diferença para a manutenção de sua saúde e da própria vida, desde que estejam limpas e secas, mesmo após tomadas as duas doses da vacina”, orienta Alline Grisi, diretora da Vigilância em Saúde da Prefeitura de João Pessoa.

Cada modelo de máscara disponível no mercado possui especificações diferentes para o uso e durabilidade. Lembrando que as máscaras devem cobrir a boca e nariz para haver uma proteção eficiente, já que a transmissão do vírus ocorre através de gotículas espalhadas no ar e as portas de entrada são boca, nariz e olhos.

“O objetivo do uso de máscaras é propiciar uma proteção coletiva e não apenas individual. Se a pessoa tossir, espirrar, falar, a máscara pode impedir que gotículas infectadas se espalhem no ar, não chegando ao contato de superfícies ou outras pessoas”, lembra Alline Grisi.

Para o infectologista Fernando Chagas, membro do Comitê de Combate à Covid de João Pessoa e diretor geral do Complexo Hospitalar Clementino Fraga, o uso da máscara continua sendo necessário e que continuará sendo até que, ao menos, 70% da população esteja vacinada com as duas doses. “É assim que se faz um bloqueio, a chamada imunização de rebanho para impedir a transmissão do vírus”, esclareceu.

Ele explica que quanto mais pessoas deixam de usar a máscara, mais o vírus circula e mais cepas surgirão. A cepa Delta, por exemplo, chega a 98% de transmissividade comparado ao vírus original. “Uma parcela das pessoas vacinadas pode ainda contrair o vírus e transmiti-lo”, alerta.

“A pessoa mesmo vacinada ainda teria 40% de chance de pegar a doença e, inclusive, transmiti-la. Essa variante Delta tem a capacidade de ser transmitida, mesmo com uma carga viral menor e causar a doença. Inclusive, de forma grave”, argumenta. “Tem que manter os cuidados, especialmente para evitar a chegada da variante ou evitar a circulação e a transmissão para outras pessoas”, complementa.

Após mais de um ano de uso contínuo, as máscaras já fazem parte dos itens usados pela população diariamente, mas é bom lembrar que o uso e a manutenção da limpeza corretos são imprescindíveis para sua eficácia.

Dicas

Uma pesquisa realizada pela Info Tracker, plataforma de monitoramento da pandemia das universidades estaduais USP e Unesp, apontou que apenas 3,68% do total de óbitos por covid -19, haviam tomado duas doses da vacina ou a aplicação única do imunizante da Janssen. O levantamento foi feito entre 28 de fevereiro – quando as primeiras pessoas no Brasil concluíram a janela de imunização – e 27 de julho. Na prática, significa que mais de 96% dos óbitos foram de pessoas que não se vacinaram ou que ainda não haviam completado o esquema vacinal.

A vacinação é a melhor forma de controlar a doença e nenhum dos imunizantes contra o coronavírus, ou qualquer outra doença, até hoje desenvolvidos, garante 100% de proteção. No caso dos contra a covid, todas as vacinas reduzem drasticamente os riscos de internações, casos graves e mortes pela doença.

A pesquisa traz ainda detalhes a respeito do estudo realizado em Serrana (SP) com a Coronavac. Toda a população da cidade foi vacinada e as internações caíram 86% e as mortes 95% após a segunda dose. Em Botucatu (SP), o estudo foi realizado com a Astrazeneca e as internações caíram 75% e as mortes 39% já após a primeira dose. A segunda dose começou a ser aplicada nesse domingo (8).

De 28 de janeiro a 27 de julho, foram mais de um milhão de casos registrados, destes apenas 3% haviam tomado as duas doses ou dose única. Os outros 97% não havia se vacinado ou completado o ciclo de vacinação.

As principais vítimas ainda são os idosos com mais de 70 anos. A pesquisa apontou que foram 8.734 mortes e 23 mil internados mesmo após a segunda dose, nessa faixa etária, o que reforça a necessidade de que idosos e pessoas de seu convívio mantenham distanciamento social e usem máscara mesmo após a imunização completa.

As informações sobre este grupo são mais completas por já terem concluído o ciclo vacinal, mas também possuir, usualmente, imunidade menor. O levantamento não levou em consideração o tipo de vacina porque o campo com essa informação nem sempre é preenchido.

Já entre os que receberam apenas a primeira dose, 65 mil foram internados e 22 mil morreram por covid-19. O que aponta a necessidade de completar o ciclo de imunização.

Além disso, mesmo após vacinados não existe orientação médica para abrir mão das proteções individuais, principalmente entre idosos. É necessário continuar mantendo o distanciamento social, evitando aglomerações, usando máscara e com os hábitos de higiene em dia.

Uol

Mudanças climáticas causadas pelos seres humanos são irrefutáveis, irreversíveis e levaram a um aumento de 1,07º na temperatura do planeta, aponta o mais recente relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, sigla em inglês) publicado nesta segunda-feira (9).

É a primeira vez que o IPCC – um órgão da Organização das Nações Unidas (ONU) – quantifica a responsabilidade das ações humanas no aumento da temperatura na Terra.

“Muitas das mudanças observadas no clima não têm precedentes em milhares, centenas de milhares de anos. Algumas das mudanças – como o aumento contínuo do nível do mar – são irreversíveis ao longo de centenas a milhares de anos”, aponta o relatório.

A conclusão é um dos pontos do documento nomeado “Climate Change 2021: The Physical Science Basis“, que apresenta ainda os seguintes destaques:

  • Papel da influência humana no aquecimento do planeta é inequívoco e inquestionável;
  • Mudanças recentes no clima não têm precedentes ao longo de séculos e até milhares de anos;
  • Todas as regiões do globo já são afetadas por eventos extremos como ondas de calor, chuvas fortes, secas e ciclones tropicais provocadas pelo aquecimento global;
  • Cada uma das últimas quatro décadas foi sucessivamente mais quente do que qualquer outra década que a precedeu desde 1850;
  • Temperatura vai continuar a subir até meados deste século em todos os cenários projetados para as emissões de gases de efeito estufa;
  • Aquecimento de 1,5°C a 2°C será ultrapassado ainda neste século se não houver forte e profunda redução nas emissões de CO² e outros gases de efeito estufa
  • Reduções fortes e sustentadas na emissão de dióxido de carbono (CO²) e outros gases de efeito estufa ainda podem limitar as mudanças climáticas;
  • Caso as reduções ocorram, ainda pode levar até 30 anos para que as temperaturas se estabilizem.

Os dados integram a primeira das três etapas do relatório do IPCC. As duas próximas publicações abordarão como lidar com o aquecimento e quais as estratégias para evitar um aumento ainda maior da temperatura.

No entanto, o texto desta segunda-feira deve ser o único divulgado antes da Conferência das Partes (COP26), prevista para novembro em Glasgow, na Escócia.

Com G1

O vice-prefeito de Cabedelo e pré-candidato a deputado federal, Mersinho Lucena, cumpriu neste fim de semana uma extensa agenda em várias cidades do Brejo paraibano, onde recebeu adesão de lideranças políticas nos municípios de Belém, Borborema e Serraria.

Na cidade de Belém, Mersinho recebeu o apoio dos vereadores de oposição Xavier Neto e Dé do PT, além do suplente de vereador Fábio Maia. Em Borborema, Mersinho Lucena esteve junto ao deputado Eduardo Carneiro, onde os dois receberam o apoio do grupo político liderado pelo ex-prefeito Rey, o ex-vice-prefeito Rubinho e dos vereadores Neto Galdino, Patoca, Nildo e Laércio. Já em Serraria, o vice-prefeito Roberto Cruz anunciou apoio à dobradinha Eduardo e Mersinho, fortalecendo o grupo na região.

A parceria política entre Mersinho Lucena e Eduardo Carneiro também deve ser repetida em outros municípios a partir de João Pessoa, onde o parlamentar possui sua principal base eleitoral no estado. Carneiro junto a Mersinho celebraram os apoios e agradeceu a confiança no trabalho que vem desenvolvendo na Assembleia Legislativa.

“Estamos trabalhando muito e desenvolvendo um mandato extremamente propositivo em favor da Paraíba, tendo como uma das principais bandeiras a luta em defesa do empreendedorismo, e como fruto desse trabalho estamos recebendo importantes adesões em todo o estado”, afirmou.

*O Portal Brejo a princípio havia informado que a ex-vereadora Graça da Saúde estaria entre os vereadores que declararam apoio ao pré-candidato a deputado federal Mersinho Lucena, mas, através de sua assessoria de imprensa a parlamentar afirmou que está aberta ao diálogo, mas até o momento não existe nenhum compromisso com o pré-candidato.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), pré-candidato à presidência da República, desembarca na Paraíba no próximo sábado (14). Na agenda do governador, a primeira parada está programada para acontecer em Campina Grande, pela manhã, com visita ao Hospital da FAP e coletiva de Imprensa. Durante a tarde, em João Pessoa, ele participa de um ato político com filiados da legenda.

Eduardo Leite tem visitado alguns estados brasileiros para reunir apoio dos tucanos para as prévias do partido, que acontecerão no dia 28 de novembro. O governador de São Paulo, João Dória, também pré-candidato à presidência do Brasil, tem realizando visitas semelhantes e deve vir à Paraíba antes de novembro.

A visita do governador gaúcho ao Hospital da FAP acontecerá às 8h. Por se tratar de ambiente hospitalar, seguindo as regras sanitárias, a visita será restrita a equipe do Hospital. A unidade filantrópica é referência na região no tratamento do câncer.

Logo após a visita, às 8h45, Eduardo Leite, o deputado Pedro Cunha Lima e lideranças políticas da Rainha da Borborema concedem entrevista coletiva à imprensa de Campina Grande. A coletiva acontece no Centro de Convenções do Garden Hotel, no bairro do Mirante. A entrevista presencial será exclusiva para os profissionais da imprensa. Tudo será transmitido pelo Instagram do @psdbpb.

Em João Pessoa, a agenda do governador do Rio Grande do Sul começa às 13h30 com um ato político no Hotel Manaíra, localizado no bairro de mesmo nome. Assim como em Campina Grande, o evento seguirá todas as regras sanitárias e será realizado de forma híbrida (presencial e para os militantes por meio da plataforma Zoom). O governador Eduardo Leite conversará com a imprensa pessoense na chegada ao hotel, antes de iniciar o evento com os filiados do partido.

A corrida pelos melhores nomes para fortalecer os partidos nas eleições de 2022 já foi iniciada. Em entrevista a imprensa, o presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), Jackson Macêdo, revelou detalhes da expectativa do partido para as eleições 2022, onde destacou a prioridade da sigla está na eleição para presidente da República, do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva.

“O que vale é a eleição de Lula. Essa é a nossa prioridade”, destacando que todos que quiserem o apoio de Lula na Paraíba serão bem vindos, desde que também anunciem apoio ao petista na corrida presidencial. Questionado sobre o fato de que uma corrente ligada a Frei Anastácio é contrária à filiação de Ricardo Coutinho ao partido, enquanto outra, ligada a Luiz Couto, é favorável, Jackson destacou “Nada no PT é unanimidade”.

Sobre as especulações de que o ex-governador Ricardo Coutinho já planeja entrar no partido, Jackson reforçou que o líder socialista será bem-vindo. “Eu acho que no caso de Ricardo se filiar ao PT ele será muito bem-vindo, pois todos sabem do histórico dele na esquerda como uma referência de luta. Isso não é só palavra minha, assim também acha o presidente Lula”, destacou.

PB Agora

Neste domingo, dia 08, durante visita ao Sertão do Estado, o governador João Azevêdo comentou sobre as eleições de 2022 e sobre a possibilidade de ter o ex-presidente Lula (PT) em seu palanque, apesar dos encontros e reuniões que ele vem realizando com políticos paraibanos que não são da base de João.

De acordo com o chefe do Executivo paraibano, cabe a Lula escolher quem vai apoiar no estado e se estará em dois palanques ou apenas um, porém, caso queira, João disse que as portas do seu projeto estão abertas para o ex-presidente.

“Se ele vai ter que escolher, o problema é dele. O que estou dizendo aqui, é que é possível ele ter o meu (palanque), sem problema nenhum”, sentenciou.

Com as portas abertas para Lula, o governador voltou a afirmar que não pretender ter bolsonaristas dentro do seu projeto, tendo recebido inclusive o aval do presidente nacional do Cidadania para agira no estado da maneira que achar mais coerente.

“Não há a mínima possibilidade do governador da Paraíba nem o cidadania da Paraíba apoiar a reeleição do atual presidente, Jair Bolsonaro. Então, é óbvio que não tenho essa condição, nós só teremos na chapa e no nosso palanque, pessoas que se identifiquem com essa provável que nós vamos apoiar. Quando eu disse que na nossa chapa não terá pessoas que apoiem à reeleição de Bolsonaro, é porque é a verdade”, concluiu.

PB Agora

Uma dupla foi presa, nesse fim de semana, com 800 trouxas de maconha, na cidade de Pitimbu, Litoral Sul da Paraíba. A droga estava com os suspeitos e seria comercializada na região.

De acordo com a polícia, os jovens, de 18 e 22 anos, estavam em uma moto quando foram interceptados e flagrados com os entorpecentes.

Durante depoimento, a dupla não revelou como tiveram acesso à droga e nem qual o destino que seria dado ao material.

A dupla foi encaminhada para Delegacia de Polícia, em Alhandra, que vai investigar a participação de outros envolvidos no esquema do tráfico de drogas.