Bolsonaro confirma aval para Copa América no Brasil: “No que depender do Governo”

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou nesta terça-feira, que deu aval para que a Copa América seja realizada no Brasil.

– No que depender do Governo Federal, será realizada a Copa América no Brasil – afirmou.

Em evento realizado no Palácio do Palácio, sede do Governo em Brasília, o presidente afirmou que consultou “todos os ministros interessados” – incluindo Marcelo Queiroga, da Saúde – e obteve o consentimento de todos.

– Fui instado no dia de ontem pela CBF. Conversei com todos os ministros interessados. Da nossa parte, positivo. No que depender de mim, e de todos os ministros, inclusive da Saúde, está acertado, haverá (a Copa América) – disse Bolsonaro.

O anúncio do Brasil como sede ocorreu após desistência de Colômbia e Argentina. Na segunda, a Conmebol chegou a agradecer a Bolsonaro por “abrir as portas” do país, mas horas depois, o ministro da Casa Civil, Luiz Ramos, disse que a confirmação seria dada apenas nesta terça-feira.

Ramos havia dito que o governo teria imposto como condições que as delegações, de no máximo 65 pessoas, chegassem ao Brasil já vacinadas. No evento de hoje, porém, Bolsonaro disse que o protocolo não será tão restritivo, e citou casos específicos.

– O protocolo é o mesmo da Libertadores, é o mesmo da Sul-Americana e também da Libertadores – disse.

Críticas

Logo após o anúncio da Conmebol, na segunda-feira, especialistas em saúde criticaram a escolha do Brasil como sede. O país soma quase 463 mil mortes por Covid, além de 16,5 milhões de casos confirmados da doença.

Senador Renan Calheiros, relator da CPI da Covi — Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

Senador Renan Calheiros, relator da CPI da Covi — Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

Nesta terça, a Copa América foi alvo de críticas de senadores na CPI da Covid, no Senado. O relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL), classificou a decisão de “escárnio”, e chegou a pedir a ajuda de Neymar para impedir a realização do torneio.

– Não concorde com a realização dessa Copa América no Brasil. Não é esse o campeonato que precisamos agora disputar. Precisamos disputar o campeonato da vacinação. É esse campeonato que precisamos disputar ganhar e você precisa marcar gols para que esse placar seja alterado – discursou.

GE