Homem é preso por armazenamento de pornografia infantil, em Guarabira, na PB

Um homem investigado pelo crime de armazenamento de pornografia infantil foi preso, em Guarabira, na Agreste paraibano, na manhã desta segunda-feira (16). Segundo informações da Polícia Civil, a prisão aconteceu na ‘Operação Inocência’ que tem como objetivo identificar crimes cibernéticos em relação a abusos de crianças e adolescentes.

De acordo com o delegado Joames Oliveira, as investigações resultaram em um mandado de busca e apreensão na residência do suspeito. Na casa do homem, foram apreendidos aparelhos celulares, pendrives, discos rígidos e cartões de memória, cujo conteúdo apresentava material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes.

Ainda segundo Joames, a operação é fruto da utilização de técnicas avançadas de investigação em ambiente cibernético, após treinamento realizado pela Agência Federal Americana Homeland Security Investigations (HSI) e pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Operação Inocência

Roupas infantil foram encontradas na casa do homem preso, no Sertão da Paraíba — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Roupas infantil foram encontradas na casa do homem preso, no Sertão da Paraíba — Foto: Divulgação/Polícia Civil

A mesma operação já havia prendido um outro homem suspeito de fotografar e filmar crianças em cenas pornográficas, no dia 10 deste mês. Segundo a polícia, o investigado tem 39 anos e é professor de dança em quadrilhas juninas, nas cidades de Sousa e Cajazeiras, Sertão da Paraíba.

Ainda de acordo com a polícia, o homem vendia as imagens para todo o Brasil e também para o exterior. Na casa do suspeito, a polícia encontrou várias roupas infantis que seriam usadas no momento das filmagens.

A investigação partiu de uma denúncia encaminhada para a Polícia Federal, que posteriormente foi recebida pela Delegacia de Crimes Cibernéticos de João Pessoa (DECC). O homem já havia sido preso entre os anos de 2016 e 2017, também pelo crime de pedofilia.

Compartilhe esse matéria:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Matérias Relacionadas: